Notícias

Contratação de Docentes - Aviso de abertura

Horário n.º 37 (GR_420)

De acordo com o disposto no art.º 39.º do Dec-Lei n.º 132/2012, de 27 de junho, com a redação conferida pelo Dec-Lei n.º 9/2016, de 7 de março, divulga-se nesta data a oferta de contratação de escola deste Agrupamento de Escolas para o horário n.º 37 do grupo de recrutamento 420.

AVISO DE ABERTURA

Poesia Saltitona

A "Poesia Saltitona" foi mais uma atividade desenvolvida pelas Bibliotecas Escolares em articulação com os professores de Português, para assinalar o Dia Mundial da Poesia, a 21 de março.

Os alunos do 2º ciclo percorreram as salas de aula da escola e declamaram poesia para os colegas. Na Biblioteca Escolar esteve patente uma exposição de obras de poesia de diferentes autores, inclusive de Agostinho Gomes. Esta atividade envolveu também as turmas de 1º ciclo que visitaram a Biblioteca Escolar e declamaram poesia.

Açor, o cão de Ventura Terra

Gisela Silva, escritora de literatura infanto juvenil esteve entre nós, no passado dia 20 de março, para apresentação do seu livro “Açor, o cão de Ventura Terra”, dirigido aos alunos do terceiro ciclo.

A autora fez com muita criatividade a apresentação de Açor, o cão que dá voz à história e dá a conhecer de forma deliciosa o quotidiano de Ventura Terra, autor do projeto da Assembleia da República Portuguesa e simultaneamente retrata o contexto social e político da sua época.

No final das sessões decorreram as habituais sessões de autógrafos.

Celebrar a poesia com Agostinho Gomes

Alunos e professores do Agrupamento de Escolas Dr. Ferreira da Silva associaram-se à Junta de Freguesia e comemoraram o Dia da Poesia, difundindo a palavra, a vida e o pensamento do poeta cucujanense Agostinho Gomes. Alunos de todos os anos de escolaridade trabalharam poemas deste autor e, através das artes visuais, da escrita, da declamação e da música exprimiram as suas opiniões e o modo como se apropriaram da palavra e da mensagem do poeta. A tertúlia decorreu no Centro Cultural de Cucujães, onde os trabalhos permanecem em exposição para divulgação ao público. A iniciativa contou com a presença da nora de Agostinho Gomes, viúva do seu filho Agostinho Bento Gomes, que dedicou os últimos anos da sua vida a organizar e a publicar a vasta obra literária de seu pai, cuja inspiração surgia sem aviso e que a registava em qualquer suporte de papel que estivesse à mão. Esteve ainda presente um grande amigo da família, homem também das letras, e que muito ajudou a decifrar o legado literário do poeta e prefaciou as suas obras póstumas.

Foi uma homenagem ao docente, ao homem de cultura e à pessoa simples e reta, que nunca perdeu o vínculo às suas origens e à casa de lavoura que o viu nascer. Celebra-se este ano o centenário do seu nascimento e ao longo do ano 2018 decorre um alargado programa comemorativo, que pode ser consultado na página agostinhogomes.bm-ferreiradecastro.com